quinta-feira, 25 de abril de 2013

Muito obrigada, mas a minha filha NÃO É uma boneca!

Depois de ler esse post aqui, fiquei matutando sobre as minhas opiniões e meus julgamentos. Eu olho, eu comento, eu opino, mas não fico preocupada quando sou julgada. Sei que eu erro pra caraleo, afinal sou um ser humano, mas como já dizia um grande amigo "minha gordice não te emagrece", então eu falo mesmo, por que eu sei que falam de mim também.

E uma das coisas que mais me irrita é ver esses bebês parecendo pequenas bonecas, cheias de penduricalhos desconfortáveis e roupinhas de "semi-adultos". Sei que sou bem criticada em relação a isso, e tenho que ouvir frequentemente que a Julia "vive mal vestida" ou pior, que "essa menina passa frio". Mas o que é mal vestida pra você, pode não ser pra mim, a mãe da criança.

Ela não usa sapato, deve ter usado tênis umas 3 vezes na vida, e usou um sapato por uns 15 minutos. Mas eu tenho uma pequena coleção de "sapameia", super confortável, e que esquenta o pezinho do bebê sem esmagar.

Ela também não usa faixa, por que eu não gosto. Minha filha não é uma boneca, que vem com acessórios pra enfeitar. Não gosto que fiquem arrumando ela sem que eu saiba e principalmente com coisas que eu não aprovo, não gosto de vestir ela por que fulana ou sicrana acha bonito. Não gosto de usar roupas desconfortáveis nela,  afinal ela é um bebê e 90% das roupas que ela usa, ela acaba dormindo em algum momento do dia. E a faixa incomoda ela, marca a cabecinha, e acaba atrapalhando aquela beleza toda natural.

"Cê acha mesmo que eu preciso de enfeite??"

Minha filha é um ser humaninho lindo, não precisa de nenhum apetrecho desses. Ela usa sim body metade do tempo, e tip top a outra metade. Ela usa roupinhas de bebês, confortáveis, fresquinhas quando esta calor e quentinhas quando esfria. Ela não precisa usar meia no alto verão, quando TODO mundo esta de biquíni  Ela não precisa de calça quando fica dentro do sling, já é quentinho o suficiente. E ela não vai se vestir como uma mini senhora, por que EU acho feio, acho desnecessário e desconfortável.

Não gosto também quando pessoas desconhecidas mexem nela. Não ligo pros familiares, mas sei que algumas pessoas acham que eu faço cara feia. Mas o que é maternidade, senão colocar pra fora nossos instintos? Sou a mãe dela, e se algum pega ela de uma forma não muito confortável, é obvio eu olhar, inconscientemente de cara feia. No fundo eu não gosto mesmo, sou o tipo mãe ciumenta, mãezona, que protege, que cuida, que se preocupa. E tenho um baita orgulho de ser assim. Não passei nove meses prenha pra outra pessoas ficar amassando o MEU pacotinho lindo! E quem tira a mãozinha dela da boca? Da vontade de voar em cima, abrir a cabeça do individuo e enfiar todos os artigos sobre "Fase oral" la dentro!

Me arrependo de ter furado a orelhinha dela cedo, principalmente por ter feito pela pressão das pessoas. Devia ter esperado, e furando quando ELA quisesse, afinal de contas, o corpinho é dela, e é ela que um dia vai decidir o que fazer.

E é isso, respeito que gosta de vestir os bebês como adultos, mas isso não se encaixa na minha vida. Amo ver ela de macacão rolando pela cama, sem precisar arrumar ela o tempo todo. Amo pega no colo e não precisar "descer o vestido"!
E um parabéns a quem deixa seus filhos serem crianças!

Nenhum comentário:

Postar um comentário