segunda-feira, 22 de abril de 2013

Introdução aos alimentos sólidos #1

Mesmo com seus 5 meses recém completos, Juju já ta mostrando a algumas semanas os sinais de que já está pronta pra receber novos alimentos. Não quero parar com a amamentação exclusiva, mas meu instinto está apitando pra começar a dar outros alimentos pra ela.

Os principais sinais de que o bebê está pronto são esses:

• Consegue manter a cabeça erguida
O bebê precisa manter continuamente a cabeça erguida, para que possa ser alimentado com a colher. O controle da cabeça apresenta grandes avanços a partir de 3 ou 4 meses.

• Senta-se bem quando está apoiada
No começo, talvez o bebê ainda necessite de ajuda para se sentar, por isso o próprio carrinho ou a cadeirinha que vai no carro podem ser boas alternativas. Os cadeirões serão usados um pouco mais tarde, quando seu filho já puder sentar inteiramente sozinho.

• Não tem mais aquele reflexo de colocar a língua para fora
Esse reflexo impede que os bebês engasguem. Eles põem a língua para fora sempre que alguma coisa mais dura é colocada na sua boca. Por volta de 4 a 6 meses, o reflexo desaparece, indicando que estão prontos para experimentar alimentos macios e pastosos.

• Faz movimentos de mastigar com a boca
Os bebês têm que aprender a movimentar a comida para o fundo da boca e engolir. À medida que engolem melhor, você provavelmente vai perceber que toda aquela babação dos primeiros meses tende a diminuir.
Aos 6 meses, é possível que seu filho já tenha um ou dois dentinhos (geralmente, os inferiores nascem primeiro). Crianças que mamaram no peito costumam ter os músculos da boca e da língua bem tonificados, o que favorece o processo. Mas os dentes não são essenciais para o início da alimentação com sólidos. Muitos bebês mastigam com a gengiva.

• Já tem o dobro do peso com que nasceu
A maioria das crianças está pronta para ingerir alimentos pastosos quando já dobrou de peso em relação ao nascimento, o que pode acontecer por volta dos 4 aos 6 meses.

• Mostra curiosidade sobre o que você come
De repente, seu filho começa a ficar de olho no seu prato, e estende a mãozinha para tentar pegar a comida. Depois dos 6 meses, o paladar do bebê também já está mais apto a descobrir novos sabores. Isso não quer dizer que você deva dar a ele tudo o que ele pede. Vá com calma, seguindo as orientações do pediatra.


Fonte: daqui


E como eu sou atacada, resolvi tentar. Ju já experimentou varias frutinhas, mas só de sentir o sabor mesmo. Dar um lambidinha, colocar a mão. Não tinha comido de engolir nada ainda. E ontem voltei do supermercado com uma manga linda e cheirosa. Quando eu estava comendo, percebi que ela largou tudo que estava fazendo pra tentar pegar a manga dentro do potinho. Fiquei matutando como eu ia dar pra ela sem o risco dela se engasgar, ou manchar tudo que tava em volta. Lembrei do alimentador que ela ganhou de natal. Esse aqui ó:

Coloquei dois pedacinhos de manga ali dentro, conferi pra ver se tava travado mesmo, e dei pra ela. No começo ela ainda olhava com uma carinha meio assustada, meio curiosa, mas quando percebeu o que tinha que fazer, e o sabor que sai dali, começou a chupar a parada freneticamente. Ri um monte da reação dela, adorou o sabor da manga também! Quando tirei dela, depois dela já estar cansada de tanto lamber aquilo, tinha só um pouquinho de uma pastinha que a mãe comeu. Dei um banho delícia, já que tinha manga até na orelha, e fiquei observando pra ver se dava alguma reação. Pelo menos até hoje de manha não aconteceu nada, mas a quantidade foi tão pequena, que no fundo eu nem esperava nada mesmo.

As impressões que ficaram: 
*Julia ta pronta mesmo pra comer. Vou enrolar um pouco mais, por que EU quero acompanhar a introdução, e não deixar pra outra pessoa fazer. É uma fase bem marcante, e quero eu também me adaptar ao fim da amamentação exclusiva. 
*O alimentador funciona muito bem, reduziu bastante a sujeira, não houve nenhum sinal de que tenha passado um pedaço maior, e aparenta ser bem seguro.É tranquilo pra lavar depois, e pode ir tudo no esterilizador. Não sei como ele pode funcionar com frutinhas mais duras, como maça e pera, mas pra essas com a polpa mais mole, é bem interessante. Quando ela melhorar a coordenação, e eu conseguir encontrar um local a prova de manchas, eu começo a dar as frutinhas direto na mão dela. 
Nota mental: Comprar uma cadeirinha de alimentação.
*Vanish salva vidas!


Frenética

Bom dia!!



2 comentários:

  1. Manu também tem esse apetrechinho, mas não curtiu. Prefere comer os alimentos de verdade a ficar chupando aí.

    ResponderExcluir
  2. Amei a foto!! Realmente ela tá super interessada nos alimentos sábado ela ficou louquinha pelos nachos né mozi? Mas melhor a manguinha mesmo ;)

    ResponderExcluir