domingo, 20 de janeiro de 2013

Coisas que aprendi sendo mãe

  • O amor não tem limites. Quando se tem um filho, cada dia ele cresce um pouquinho. Em cada sorriso, em cada beicinho, em cada banho, nosso coração se expande um pouquinho mais pra caber tanto amor, tanta admiração por um ser tão pequenininho.

  • Não se pode julgar uma mãe. Cada uma sabe o que é melhor pro seu filho. É fácil falar que  a fulana é maluca de sair pro supermercado com um um bebê de 15 dias, mas vai ficar 15 dias em casa sem se arrumar, sem ter um minuto do dia pra ver pessoas e lugares diferentes pra ver se tu não pira.

  • Respeitar SEMPRE o gosto da mãe, afinal de contas a filha é minha e eu visto do jeito que eu quero.

  • Minha mãe é a melhor mãe do mundo. Eu sempre tive uma grande amiga e não dava seu devido valor, e graças a deus não é tarde pra mudar isso.

  • Ser mãe solteira não é o fim do mundo. Alias, eu adoro ficar só nós duas, se curtindo, se admirando, podendo dormir juntinhas sem nada pra nos atrapalhar.

  • Cama compartilhada é a melhor coisa do mundo, não tem nada mais feliz do que acordar sentindo um pézinho gorducho na costela, e aquele sorriso banguela, e o cheirinho de bebê que fica no lençol.

  • Muita gente vai me julgar, vai me repreender, e vai dar a sua inútil opinião sem ser chamada. Mas o que vale no final do dia, é o que tu representa pro teu filho, não o que alguém escreveu em algum livro que vende horrores.

  • Dormir a noite toda é relativo. E ter uma boa noite de sono também.

  • Se eu quiser deixar meu bebê chorando pra ir no banheiro, mandar um e-mail, ou estender a roupa eu deixo, por que eu acho certo. Mas se eu to sem fazer nada, por que deixar a coitadinha sofrendo??
  • Se fazer de vitima as vezes só nos transforma em uma.

  • Mães são os seres mais fortes do mundo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário